4 acidentes de trabalho mais comuns e como evitá-los

4 dos acidentes de trabalho mais comuns e o que a empresa deve fazer para evitá-los

1. Quedas

Um dos acidentes mais comuns, as quedas podem ocorrer em diversos setores, desde a linha de montagem de uma fábrica até um setor de arquivos, por exemplo.

Ao contrário do que muitos podem pensar, a maioria das quedas acontecem em pisos nivelados, e não em escadas ou rampas. Obviamente que quanto mais alto estiver alocado o trabalhador, maior são as chances de queda. E como não é possível controlar a força da gravidade, o melhor é investir no uso de EPIs e ficar atento a detalhes como piso molhado, utilização de produtos de limpeza que deixem a superfície escorregadia e áreas que necessitam de calçados especiais.

como evitá-los

Caso o funcionário tenha que utilizar algum tipo de escada, o ideal é conferir se ela é a escada mais adequada para aquele tipo de função e checar se ela contém pés antiderrapantes e travas. E claro quando for acesso permanente, estar de acordo com a NR12 (Anexo III)

2. Acidentes com ferramentas

Ao mesmo tempo que a tecnologia pode oferecer comodidade e rapidez ao trabalho, ela também expõe o funcionário a riscos, como no caso de operação de máquinas como serras, tornos, esmeriladeiras e tantas outras. A dica mais importante a ser dada para evitar este tipo de acidente é relacionada à capacitação dos funcionários. Nenhum funcionário destreinado deve operar máquinas perigosas.

como evitá-los

Os acidentes podem ser fatais, e a responsabilidade por eles pode cair sobre os ombros da empresa, caso fique atestado que a máquina não possui equipamentos de segurança adequado a operação e também caso o funcionário acidentado não possuía treinamento de operação da máquina na qual ele se acidentou. Vale lembrar que proteções de máquinas não devem ser burladas, desativadas ou subistituídas sem uma análise crítica e detalhada do impacto, e também o uso dos EPIs é indispensável para usar máquinas perigosas, e que sem ele o empregado perde sua maior proteção e, em caso de acidente, pode o funcionário ser responsabilizado pelo acontecido.

3. Lesões ocasionadas por esforço repetitivo

A famosa LER é uma verdadeira dor de cabeça para empregados e empregadores. Ela pode ocorrer em funcionários em diversos setores, desde uma linha de montagem até dentro do escritório de contabilidade.Com o aumento significativo de funcionários a frente de um computador digitando o dia todo, aumentaram drasticamente as lesões por esforço repetitivo, o que fez com que as empresas refletissem sobre como evitar a ocorrência desse problema.

Operações de transporte de materiais, seja para carga/descarga de máquinas ou fluxo do processo e operações que exigem esforço físico do operador pode, a longo prazo, lesionar ou até invalidar o funcionário.

como evitá-los

Atualmente, o mais recomendado para evitar este tipo de lesão é permitir um descanso a cada uma ou duas horas trabalhadas, estimular a ginástica laboral e fazer sessões de alongamento e relaxamento durante o expediente. E para situações que sejam possíveis a automação pode ser um ótimo caminho, fazendo a troca do esforço físico do operador por um mecanismo (mecânico/elétrico). Além de reduzir o risco, pode melhorar produtividade e qualidade. Pense nisto.

4. Choques elétricos

Descargas elétricas são muito perigosas para a saúde. Elas podem causar paradas cardíacas e queimaduras intensas, por isso, vale mais uma vez reforçar que o uso dos EPIs é fundamental para garantir a integridade do funcionário.

como evitá-los

O segundo passo para evitar este tipo de acidente é através do treinamento: não autorize nenhum funcionário a ter contato com a rede elétrica ou painéis elétricos caso ele não possua nenhum tipo de capacitação para este serviço.

Atentar a NR10 para os procedimentos de acesso à sistemas energizados, como:

  • Habilitação
  • Autorização
  • Capacitação

Os choques também podem ser evitados através do planejamento da manutenção da rede elétrica, que deve ser feito sempre com a energia desligada e, de preferência, fora do horário de expediente dos demais.

Programa de Prevenção de Acidentes (PPA)

Esses são alguns dos acidentes de trabalho mais comuns nas empresas. Vale mencionar que as empresas podem ir além do fornecimento dos EPIs para evitar acidentes durante o expediente. A criação de uma comissão de prevenção de acidentes e de um mapa de risco são duas atitudes fundamentais para proteger os colaboradores.Para evitar acidentes no trabalho o ideal é a prevenção, contate-nos e assegure o bem-estar dos colaboradores pode ser uma dessas premissas e, por isso, a implementação de um Programa de Prevenção de Acidentes (PPA) é extremamente útil em diversos setores, em especial no transporte logístico.

Somos uma empresa especializada em Segurança no Trabalho, Saúde Ocupacional e Meio ambiente. Trabalhamos com PPRA PCMSO LTCAT PPP ASO, temos no nosso anexo uma clinica ocupacional onde elaboramos Exames admissionais e demissionais, audiometria entre outros, contate-nos.

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe na sua rede social, encaminhe o link para um amigo ou colega de profissão, não esqueça de seguir a gente nas redes sociais para não perder nenhum post e intensificar ainda mais o seu conhecimento sobre a segurança no trabalho! Estamos no Instagram e no Facebook.

 

Escreva um comentário